Fechar

Fale com nossa equipe

BLOG DE NOTÍCIAS

BELEZA

Lipolaser – A luz que combate a gordura!

Você sabia que a lipoaspiração é considerada o segundo procedimento mais realizado no Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica? Procurada principalmente pelo público feminino, a “lipo” tem como principal objetivo eliminar a gordura localizada que, mesmo com dieta e exercícios, ainda insiste em permanecer. Sobre o assunto, Silvane Castro entrevistou o Cirurgião Plástico, Dr. Rogério Matoso.

Segundo o especialista, existem atualmente, três tipos de lipoaspiração:

-> Lipoaspiração convencional: mais antiga e que utiliza aparelhos a vácuo para sucção da gordura;

-> Vibrolipoaspiração: uma evolução da primeira técnica, mas que também utiliza o vácuo para eliminar o excesso de gordura;

-> Lipoaspiração a laser: mais moderna, que usa o laser para dissolver a gordura, em conjunto com a técnica de aspiração.

A Lipolaser age de forma diferenciada das demais técnicas, já que tem o laser como principal ferramenta para dissolver a gordura corporal da área tratada. Isso faz com que a cirurgia seja mais segura, menos traumática e mais eficiente. Outra vantagem da Lipolaser é a melhor retração de pele, ou seja, essa cirurgia promove a melhora da textura da pele, deixando-a mais firme, devido ao calor do laser e à produção natural do colágeno.

Qual a melhor técnica de lipoaspiração para você?

Segundo o Dr. Rogério Matoso, é fundamental durante as consultas pré-operatórias, avaliar o paciente individualmente, entendendo as necessidades de cada um, a fim de escolher o procedimento ideal. Isso porque, dependendo da quantidade de gordura que será retirada, podem ser feitas cirurgias de pequeno, médio ou grande porte, mesclando ou não as técnicas.

Outra ressalva do especialista é em relação aos cuidados no pós-operatório. É fundamental entender que a lipoaspiração não é uma cirurgia para o emagrecimento, mas sim para a retirada de gordura localizada. Após o procedimento, é imprescindível ter bons hábitos alimentares e praticar atividades físicas regularmente, a fim de manter os resultados do procedimento. Além disso, é importante seguir as recomendações médicas, como utilizar a cinta especial na recuperação, tomar corretamente os medicamentos para evitar infecções e dores, e fazer a drenagem linfática, da maneira indicada pelo seu cirurgião.

Existem contraindicações para a Lipolaser?

Sim. De acordo com o Dr. Rogério, os pacientes com alterações de coagulação ou doenças pregressas não controladas, não devem realizar o procedimento. Além disso, os indivíduos que apresentarem alterações no exame de ultrassom, como hérnias abdominais, também não estão aptos a realizar a cirurgia.

Veja a entrevista completa do Dr. Rogério Matoso no Pele em Pauta: https://www.youtube.com/watch?v=774ACn9dWV8

Inscreva, para novidades.

Todos os direitos reservados a Pele em Pauta 2018. Desenvolvido por Agência Salt.