Fechar

Fale com nossa equipe

BLOG DE NOTÍCIAS

BELEZA

Radiação infravermelha no combate à celulite

Exame usado para diagnosticar alterações corporais está nos  tratamentos de gordura corporal e qualidade da pele

Caso você seja mulher e tenha mais de 20 anos, a possibilidade de apresentar celulite é de 90%, segundo estimativas da área médica. Somente no Brasil, mais de 85 milhões de mulheres relatam sofrer com o problema, enquanto apenas 2% dos homens são acometidos por ele. A sorte é que, com o crescente avanço da ciência, várias técnicas estão sendo utilizadas para tratar a celulite, que promove alteração do relevo e uma aparência de “casca laranja” ou “colchão” à pele.  A termografia, por exemplo, é um método não invasivo que detecta a luz infravermelha emitida pelo corpo e permite a visualização das mudanças de temperatura corporal relacionadas à alteração no fluxo sanguíneo cutâneo. Agora, o exame está sendo usado com sucesso na avaliação da celulite, além de auxiliar no tratamento.

“Na área da estética, a termografia pode ser usada, além do combate à celulite, no acompanhamento dos tratamentos de redução de gordura corporal e melhora da qualidade da pele, personalizando o atendimento com resultados mais eficazes e satisfatórios”, explica a fisioterapeuta dermatofuncional Gabriela Abreu que atua na Clínica Refine, em Belo Horizonte. Segundo ela, o aparelho usado para realizar o exame não é invasivo e capta o calor emitido em diversos pontos do corpo, além de ser indolor e sem radiação ionizante. A técnica também capta e registra imagens​ hiporradiantes​, como as observadas em regiões do corpo que receberam a criolipólise. “Dessa forma, a paciente receberá o melhor tratamento para sua composição corporal”​, acrescenta a fisioterapeuta.

Sobre Gabriela Abreu – Fisioterapeuta Dermatofuncional | CREFITO4 109.645-F​

Coordenadora da Fisioterapia Dermatofuncional da Clínica Refine; membro da Associação Brasileira de Fisioterapia Dermatofuncional (ABRAFIDEF); graduada em Fisioterapia pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UNI-BH); ​ mestranda em cirurgia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)​; especialista em Fisioterapia Dermatofuncional pela Universidade Gama Filho (UGF); ​ pós-graduanda em termografia do movimento pelo Instituto Brasileiro de Termologia Médica (IBTM); ​ ​Certificação Internacional Advanced Burn Life Support (ABLS) pela American Burn Association – Johns Hopkins Hospital (USA); Certificação Internacional em Acoustic Wave Therapy, Cryotherapy Induced Lipolysis e Radio Frequency for Face and Body pela Academy of Advanced Aesthetics (UK).

 Informações para a imprensa: Hipertexto Comunicação Empresarial

Inscreva, para novidades.

Todos os direitos reservados a Pele em Pauta 2018. Desenvolvido por Agência Salt.