Fechar

Fale com nossa equipe

BLOG DE NOTÍCIAS

BELEZA

Tchauzinho para a flacidez! Como tratar o excesso de pele nos braços

Por Dra. Patrícia Leite

 

Como vivemos em um país tropical, onde as vestimentas de verão são prevalentes e os esportes ao ar livre são comuns, os braços assumem papel de destaque na estética corporal e até na sensualidade. Para deixá-los magros e harmoniosamente torneados, é necessário, além da ajuda da genética, hábitos de vida saudáveis como dieta equilibrada e atividades físicas. Quando algum desses fatores não está presente, ocorre excesso de gordura e pele em variados graus, gerando flacidez, lipodistrofia e perda de contorno. Essa condição é importante fonte de incômodo e atinge diferentes idades.

Com o culto ao corpo que ganhou força nas sociedades ocidentais, o padrão estético dos braços também é mais alto. Em meio a formas físicas ideais e músculos extremamente valorizados atualmente, tornou-se quase mandatório estar com os braços “em forma”. Dentro deste contexto, eles sempre foram importantes elementos da sensualidade masculina.  Hoje, com o padrão estético do corpo físico feminino, são também importantes para as mulheres. Os braços bem torneados musculosos sugerem força feminina e transmitem a ideia da “mulher moderna”, que se cuida, se valoriza e adota comportamentos contemporâneos.

Quanto ao tratamento cirúrgico desta região, houve uma grande evolução nos últimos anos com o surgimento com novas técnicas que possibilitam cicatrizes menores e mais discretas, além de uma recuperação mais rápida. A lipoaspiração dos braços é indicada quando ocorre acúmulo de gordura na região. Trata-se de uma cirurgia cada vez mais solicitada por pacientes jovens, que desejam braços mais magros e definidos. A lipo nesta região é bastante segura, respeitando-se, claro, os princípios técnicos e anatômicos. Retira-se principalmente a gordura de trás do braço, com cânulas finas e movimentos delicados. Com este procedimento, a musculatura presente abaixo da pele torna-se visível e mais bem definida.

Em pacientes jovens, com pequeno ou moderado acúmulo de gordura nos braços, somente a lipo é suficiente. No entanto, quando ocorre também a flacidez e excesso de pele, a retirada da mesma se faz necessária, sendo então indicada a chamada braquioplastia. A braquioplastia é realizada em pessoas com flacidez significativa de pele nos braços. Em alguns pacientes, além da pele, ocorre o excesso de gordura e, nestes casos, pode-se associar a lipoaspiração. Devido à grande capacidade de retração da pele deste local, geralmente os resultados são promissores, com uma melhora significativa do contorno corporal.

As cicatrizes da braquioplastia são cuidadosamente posicionadas na face interna dos braços. Quando o paciente apresenta uma grande flacidez na região, a cicatriz será obviamente maior, devendo ser estes pacientes cuidadosamente informados sobre este fato. Em minha opinião, a presenças destas cicatrizes compensam a diminuição da flacidez e a melhor definição de contorno. Mas é preciso dizer que, em função do braço ser um membro em constante movimentação para as atividades diárias, pode ocorrer um alargamento cicatricial com o tempo. Todas essas ponderações sobre o custo-benefício dessa cirurgia devem ser explicadas e discutidas com o paciente.

Os cuidados pós-operatórios com a cicatriz, no caso da cirurgia, e com o aspecto geral do tecido subcutâneo fazem toda a diferença no resultado final. Hoje existem fitas de silicone e corticóide e até a braquiterapia, para prevenção de quelóides na região. Fitas contensivas também estão indicadas para dificultar o processo chamado de alargamento cicatricial que pode ocorrer com o tempo. E, para impedir ou diminuir a temida fibrose pós-lipoaspiração, indica-se drenagem linfática no pós-operatório, além de ultrassom e radiofrequência.

Hoje, com o arsenal terapêutico e cirúrgico disponíveis, e mais ainda, com medidas e hábitos de vida saudáveis, é possível ter braços saudáveis, belos e se adequar sim aos padrões estéticos atuais da mulher moderna.

 

Dra. Patrícia Leite

Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Inscreva, para novidades.

Todos os direitos reservados a Pele em Pauta 2018. Desenvolvido por Agência Salt.